Polícia reforça segurança em embaixadas em Brasília

Corporação acredita que as solicitações tenham sido feitas devido ao anúncio da morte de Osama bin Laden

AE |

selo

A Polícia Militar reforçou a segurança em todas as embaixadas em Brasília hoje, a pedido das próprias representações diplomáticas. A corporação acredita que as solicitações tenham sido feitas devido ao anúncio da morte de Osama bin Laden, líder da rede terrorista da Al-Qaeda, assassinado ontem em um ataque das forças dos Estados Unidos, no Paquistão. O número de policiais que fazem a segurança não foi informado, e nem o período em que o policiamento será necessário.

Morte de Bin Laden

O presidente americano, Barack Obama, anunciou na madrugada desta segunda-feira (horário de Brasília) que forças dos Estados Unidos mataram o fundador e líder da rede Al-Qaeda, Osama bin Laden. Segundo Obama, um pequeno grupo de agentes americanos realizou a operação que matou Bin Laden em um complexo no Paquistão e capturou o corpo do líder da Al-Qaeda.

Bin Laden era o primeiro na lista dos criminosos mais procurados pelas autoridades americanas. As forças americanas tentavam capturar o líder da Al-Qaeda há mais de dez anos, antes dos ataques de 11 de Setembro de 2001, que mataram cerca de 3 mil pessoas no World Trade Center, em Nova York, e no Pentágono, em Washington.

Obama afirmou que, após ter recebido informações de inteligência confiáveis sobre o lugar onde se encontrava Bin Laden, no Paquistão, na semana passada deu a ordem de atacar. A operação foi conduzida por um "pequeno grupo" e o líder terrorista foi morto após troca de tiros. Um teste de DNA confirmou que era Bin Laden o morto na operação dos EUA, segundo um oficial americano à rede de TV CNN.

    Leia tudo sobre: euaterrorismoafeganistãopaquistãoosama bin laden

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG