Polícia realiza megaoperação para desarticular milícia no Rio de Janeiro

RIO DE JANEIRO - Quarenta e três pessoas foram presas nesta terça-feira na megaoperação desencadeada pela secretaria estadual de Segurança do Rio de Janeiro para desarticular uma milícia comandada pelo ex-policial militar Ricardo Teixeira da Cruz, conhecido como Batman. Entre os detidos estão um bombeiro, três policiais civis e 16 policiais militares, segundo informou a secretaria.

Redação |

No total, foram expedidos para a megaoperação 68 mandados de prisão preventiva. De acordo com a secretaria de Segurança, os mandados são para 27 civis, 26 policiais militares, cinco policiais civis, um bombeiro e um agente penitenciário. Completam a lista oito pessoas que já estavam presas.

O policial civil Vanderson Navegante de Azevedo foi detido no 1º Distrito Naval, na zona portuária do Rio, onde ele era lotado. Já Leandro Gomes da Silva foi localizado pelos agentes escondido debaixo de uma cama em um motel em Campo Grande, na zona oeste da cidade.

Os presos foram encaminhados para a Delegacia de Homicídios da Zona Oeste (DH/Oeste), em Campo Grande. Os policiais militares detidos na operação foram levados para o Batalhão Especial Prisional (BEP). Os agentes que coordenaram a operação apreenderam ainda um computador, celulares, uma granada e munições para fuzil

A ação desta terça-feira contou com a participação de cerca de 250 policiais civis, de seis delegacias especializadas e 16 distritais, e 190 policiais militares de diversos batalhões. De acordo com as investigações, a milícia que está sendo desarticulada atuava em bairros da zona oeste da capital fluminense.

Veja também:

Leia mais sobre: milícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG