Polícia prende suspeitos de matar secretário de Rondônia

RONDÔNIA - A Polícia prendeu, por volta das 6 horas deste domingo, dois homens acusados de participar do assalto que culminou na morte do secretário adjunto da Segurança Pública do Estado de Rondônia, delegado Cezar Pizzano, no início da madrugada de sábado em Porto Velho.

Redação com Agência Estado |

O corpo foi encontrado por populares com um tiro no peito por volta da meia-noite a poucos metros do seu veículo, próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros, na avenida conhecida como Estrada da Penal, no Bairro 4 de Janeiro.

Rafael Pereira Araújo e Erisson Gomes Silva, ambos com 20 anos, foram encontrados em um bar na zona Norte da cidade. Com Rafael Araújo, que já tem passagem pela polícia por assalto, foi encontrada uma pistola.

Na delegacia, segundo a polícia, ambos afirmaram que Erisson Silva rendeu o secretário adjunto e Rafael Araújo o delegado Everaldo Castro Magalhães, que estava com ele. Algumas pessoas saíram de casa e a dupla fugiu assustada.

Conforme a polícia, eles disseram em depoimento que Pizzano correu atrás deles e atirou na perna de Silva. Araújo revidou, atingindo o secretário no peito.

O governo de Rondônia decretou luto oficial por três dias pela morte de Pizzano.

Carreira na polícia

Pizzano ingressou na Polícia Civil de Rondônia em 1991 e no ano seguinte foi eleito para a Câmara de Vereadores de Colorado do Oeste. Em 94, candidatou a deputado federal, quando recebeu cerca de 6 mil votos.

Na época exerceu pela primeira vez a função de secretário-adjunto de Segurança Pública. Em 2007, assumiu novamente o cargo.


Leia mais sobre: assassinato

    Leia tudo sobre: assassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG