Polícia prende suspeito de ter matado prima do ex-ministro Sérgio Motta

A polícia prendeu, nesta quarta-feira, o suspeito de ter matado a secretária Simone Motta, de 42 anos, prima do ex-ministro Sérgio Motta, esganada no último dia 20. Os dois teriam se conhecido pela internet.

Redação |

Segundo informações do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o suspeito é um técnico em monitoramento. O homem, que não teve o nome divulgado, teria matado Simone por "problemas no relacionamento". No dia do assassinato, eles teriam tido uma discussão.

Simone foi morta no dia 20 de outubro, mas seu corpo foi encontrado apenas dois dias depois. Segundo informações da Secretaria de Segurança Pública, a secretária estava em sua residência quando recebeu uma ligação, por volta das 20h, e disse a mãe que retornaria rápido.

Simone, porém, não voltou para a casa e o único contato feito, desde então, foi por uma vendedora de uma loja que tentava confirmar os dados do cartão de crédito da secretária.

Como o corpo de Simone estava carbonizado, apenas no dia 30 familiares conseguiram fazer o reconhecimento.

Leia mais sobre crime

    Leia tudo sobre: crime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG