Polícia prende suposto chefe do tráfico em Santos-SP

A Polícia Civil realizou duas ações para combater o tráfico de entorpecentes no final da tarde de ontem na Baixada Santista, em São Paulo. Em Santos, um suposto líder do tráfico do morro do São Bento foi preso.

Agência Estado |

Ele estava no salão de beleza fazendo luzes no cabelo e não reagiu à prisão. Hoje, no Guarujá, a equipe da Delegacia Sede estourou um laboratório de refino de drogas no morro do Macaco Molhado, em Vicente de Carvalho, onde foram apreendidos drogas e armamento.

Conhecido como JC , João Carlos de Souza Batista, de 29 anos, é considerado o chefe de um dos setores da venda de drogas no morro do São Bento. Ele é o 15º suspeito de tráfico do São Bento que a polícia prende desde junho, quando deflagrou uma operação contra o narcotráfico no morro e prendeu o fugitivo Carlos Alberto Aparecido Oliveira de Carvalho, mais conhecido como Peixe Raia , membro da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), um torre (chefe do tráfico) na hierarquia do grupo.

No Guarujá, o delegado assistente da Delegacia Sede, Luiz Ricardo Lara Dias Junior, afirmou que "não há local onde a Polícia Civil não entre", após a terceira grande apreensão de drogas no município em dezembro. Depois de quatro meses de investigação, a polícia estourou hoje um barraco onde era feito o refino e a distribuição de entorpecentes em Vicente de Carvalho, distrito do Guarujá.

O delegado Lara afirmou que o barraco estava vazio e ninguém foi detido durante ação. No entanto, a polícia apreendeu documentos e já identificou os criminosos que deverão ser presos nos próximos dias.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG