Polícia prende quatro suspeitos de roubar carros em estacionamentos de São Paulo

SÃO PAULO - Quatro supostos integrantes de uma quadrilha especializada em roubar estacionamentos em São Paulo foram presos na tarde desta terça-feira na zona norte da capital paulista, segundo a assessoria de comunicação do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic).

Redação |

Foram recuperadas duas picapes roubadas na última segunda-feira, em um estacionamento no bairro de Perdizes, na zona oeste de São Paulo.

Segundo a polícia, os agentes investigavam roubos ocorridos em um estacionamento da rua Cotoxó. Na ação, pelo menos oito homens levaram sete veículos. Além das duas picapes, a quadrilha roubou cinco carros. Os suspeitos chegaram ao local em um Hyundai Tucson. Outro três integrantes chegaram a pé. Os acusados dominaram dois funcionários e dois clientes.

Os policiais tinham informações de que a estratégia do bando era deixar os veículos nas ruas e depois levá-los para o receptador final. A equipe localizou uma picape na rua Abaíbas, na Vila Palmeiras. A outra picape estava na rua Silvério de Carvalho, no bairro do Limão, na zona norte.

As prisões

Ainda de acordo com o Deic, os suspeitos aguardavam que os veículos fossem levados, quando um carro parou ao lado de uma das picapes estacionada na rua rua Abaíbas. O ajudante T.N.B.S., de 24 anos, desceu do carro e abriu a porta da picape. Neste momento, os policiais detiveram o acusado e avisaram a outra equipe sobre o veiculo suspeito.

O mecânico S.B., de 26 anos, o manobrista F.L. e o serralheiro A.F.S., ambos de 24, estavam no mesmo carro em que T. havia descido. O trio foi detido quando estacionou ao lado da outra picape roubada. A chave da picape estava com eles.

Segundo a polícia, os acusados declararam informalmente que as picapes seriam deixadas em um posto de gasolina, também na zona norte. O receptador final montaria a estrutura dos veículos em um chassi de utilitários idênticos, mas sinistrados.

Os presos não foram reconhecidos no roubo ao estacionamento. O delegado Márcio Martins Mathias, da Delegacia de Repressão a Desmanches Ilegais, autuou o quarteto por receptação e formação de quadrilha. "Parece-me que é uma tática de crime compartimentado. Uma parte do bando rouba e a outra entrega os carros", afirmou o delegado.

Leia mais sobre: roubos

    Leia tudo sobre: carropolíciaroubo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG