A Operação Central da Polícia Civil de Esteio, no Rio Grande do Sul, desarticulou nesta segunda-feira uma quadrilha comandada por um detento no interior do Presídio Central de Porto Alegre. De acordo com a polícia, Alexandre dos Santos determinava a distribuição de drogas na cidade de Esteio, de dentro da cadeia, por meio de um aparelho de telefone celular.

Ele emitia ordens, cobrava dívidas de usuários e também é suspeito de ordenar execuções.

O Delegado Leonel Baldasso, titular da Delegacia de Polícia de Esteio, solicitou à Susepe a apreensão do aparelho celular utilizado pelo detento e indiciou dez pessoas pela prática de crimes de homicídio, porte ilegal de arma, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Seis pessoas foram presas e houve apreensão de um quilo de crack, além de armas de fogo, celulares e rádios comunicadores. Cerca de 25 policiais civis e militares cumpriram dez mandados de busca e apreensão e de prisão temporária, e também participaram das buscas em sete residências.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.