RIO DE JANEIRO - A polícia do Rio de Janeiro prendeu, na manhã deste domingo, uma jovem e sua tia suspeitas de mandar matar o ex-jogador do Vasco Thiago da Silva. Elas foram encaminhadas para prestar depoimento na 44ª DP, em Inhaúma, zona norte da cidade. As informações são da rádio CBN.

Acordo Ortográfico

Silva levou três tiros e segue internado no Hospital Salgado Filho, no Méier. Atualmente ele joga no time Estácio de Sá, da segunda divisão.

De acordo com a rádio, na quinta-feira um policial militar, padrasto da jovem, foi preso administramente acusado de ter atirado no jogador. Ele permanecerá preso por 72 horas até que a Justiça avalie a prisão temporária.

Leia mais sobre: prisão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.