Polícia prende homem acusado de matar sobrinhos no interior de São Paulo

SÃO PAULO - A Polícia Civil de Salto, a 102 km de São Paulo, na região de Sorocaba, prendeu nesta segunda-feira o homem acusado de matar os irmãos Ian Henrique Souza, de 12 anos, e Ingrid, de 10, e de atear fogo na casa deles na tentativa de encobrir o crime. O presidiário Rogério Gimenes, de 24 anos, é tio das crianças e alegou que cometeu o duplo homicídio porque estava entupido de droga.

Agência Estado |

Ele disse que ficou fora de si depois de ingerir bebida alcoólica, cheirar cocaína e fumar crack. A casa foi destruída pelo incêndio.

Gimenes tinha fugido em junho da Penitenciária de Campinas e ficou abrigado, durante alguns dias na casa da irmã, mãe das crianças. Ele voltou à casa apenas no dia do crime, quando as crianças estavam sozinhas, pois os pais trabalham fora. O tio matou primeiro a menina e depois o garoto. O acusado negou ter abusado sexualmente da sobrinha, mas a polícia não acredita em sua versão.

A garota foi encontrada sem roupa e amarrada à cama, sob os escombros da casa. Os exames indicaram que ela foi morta antes do irmão - que teria chegado depois à cena do crime. Gimenes foi levado ao presídio de Campinas, onde cumpre pena por tráfico. Ele vai responder pelo duplo homicídio com agravantes, entre eles o fato de ser parente das vítimas.

Leia mais sobre: crime

    Leia tudo sobre: crime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG