O segundo homem acusado da morte de Evandro João da Silva, de 42 anos, coordenador do AfroReggae, foi preso hoje em Itaguaí, na Baixada Fluminense. Identificado pelo comparsa como Renge, ele é acusado de ter efetuado o disparo que matou Evandro no último dia 18.

A Polícia Civil do Rio havia divulgado nesta tarde o retrato falado de Renge. A imagem havia sido produzida com base em informações passadas por Rui Mário Mauricio Macedo, o Romarinho, outro suspeito do crime preso na noite de segunda-feira.

Imagens gravadas por câmeras de vigilância mostram que Renge agrediu e atirou contra a vítima em frente a uma agência bancária no centro do Rio.

Dois policiais militares que atenderam a ocorrência continuam presos. Eles não prestaram socorro a Evandro, ficaram com o produto do roubo e liberaram os suspeitos do crime.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.