CURITIBA - Equipes da força-tarefa determinada pela Secretaria de Estado de Segurança Pública do Paraná prenderam nesta sexta-feira cinco homens suspeitos de terem participado de uma chacina que http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/10/04/chacina+deixa+ao+menos+nove+mortos+em+curitiba+8740982.html target=_topmatou oito pessoas e feriu outras duas na noite de sábado, 3, na Via Icaraí, no bairro Uberaba, região Leste de Curitiba.

Conforme a polícia, seis homens foram detidos, mas a participação de um deles foi descartada. Dos outros cinco, quatro teriam confessado envolvimento na chacina. Sobre o outro, há dúvidas em consequência das contradições entre os depoimentos. Durante a semana, mais uma pessoa já havia sido presa.

Entre os que teriam confessado está Wagner Jayson Pascoal, de 23 anos, apontado como o líder da quadrilha e mentor da chacina.

Em depoimento, conforme a polícia, os quatro alegaram que o crime foi uma vingança contra a comunidade da Vila Icaraí pelo assassinato de um adolescente no local. Com eles, a polícia apreendeu uma pistola de fabricação israelense, usada nos assassinatos.

O caso

O crime aconteceu por volta das 22h de sábado, na Vila Icaraí. O grupo atingido estava passando pela rua quando foi atingido por vários disparos. Nenhuma das vítimas possuía antecedentes criminais, segundo a polícia.

Entre os mortos estava um bebê de apenas 5 meses e a mãe dele, que passavam de carro pelo local, quando voltavam da igreja. Outras duas vítimas voltavam de uma pescaria e outras duas, um rapaz e o cunhado, se dirigiam para um bar para jogar fliperama.

Leia mais sobre: chacina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.