Polícia prende advogados e servidores da Justiça da BA

Uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público (MP) desarticulou uma quadrilha de advogados e funcionários ligados ao Judiciário baiano que influenciava decisões da Justiça em favor de clientes ligados ao grupo. Segundo a polícia, os chefes do esquema são o advogado Abdon Antônio Abade dos Reis, seu sócio Claudio Braga Mota e a funcionária pública Eliane Ferreira Luna.

Agência Estado |

Quatro pessoas foram presas e os três suspeitos apontados como líderes do grupo estão foragidos.

"Há farto material eletrônico e documentos que permitem, mesmo em uma análise inicial, constatar o envolvimentos dos suspeitos no crime", explica o secretário de Segurança do Estado, César Nunes, que assumiu o comando da operação.

Estão presos em celas especiais da Polinter baiana os advogados Antônio Raimundo Magalhães de Oliveira e Kátia Pinto Melo, ex-assessora de desembargador do Tribunal de Justiça (TJ) da Bahia, o estagiário de Direito Olegário Sena Miranda e a funcionária da Secretaria de Planejamento do Estado, Glória Maria Moreira dos Santos, ex-secretária do desembargador Benito Figueiredo, quando ele esteve na presidência do TJ-BA.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG