Polícia prende 31 acusados de fraudar habilitação

Operação aconteceu em quatro Estados. Estima-se que mais de 50 mil habilitações tenham sido concedidas irregularmente pelo grupo

AE |

Trinta e uma pessoas foram presas nesta segunda-feira em quatro Estados durante uma operação contra uma quadrilha acusada de fraudar carteiras nacionais de habilitação (CNHs).

A ação foi realizada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público da Paraíba (Gaeco) e pelas Polícias Civil, Federal e Rodoviária Federal. Quatro suspeitos ainda estão sendo procurados. Seis mandados de prisão foram expedidos em Pernambuco, Ceará e Rio de Janeiro, que também estão envolvidos no esquema.

Estima-se que mais de 50 mil habilitações tenham sido concedidas irregularmente nos últimos cinco anos. Do esquema, participavam proprietários e funcionários de autoescolas, agenciadores, servidores dos setores médico e psicológico que atuavam no ambiente de fornecimento de carteiras de habilitação do Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran).

A operação denominada "Espelho de Prata" contou com 400 policiais para cumprir 41 mandados de prisão e 52 mandados de busca e apreensão nos quatro Estados. Na Paraíba, os mandados foram cumpridos nas cidades de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Alhandra, Itabaiana, Sapé, Guarabira, Rio Tinto, Pombal e Princesa Isabel.

    Leia tudo sobre: Fraude

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG