FORTALEZA - Vinte e quatro pessoas foram presas nesta quinta-feira pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Ceará na Operação Lótus. A ação teve como objetivo combater fraudes em documentos no Departamento de Trânsito (Detran) do Estado. De acordo com o inspetor Darlan Antares, também foram cumpridos 31 mandados de busca e apreensão. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/11/06/policia_federal_deflagra_operacao_para_combater_crimes_previdenciarios_no_rio_2099246.htmlPF deflagra operação para combater crimes previdenciários no Rio

Acordo Ortográfico

Segundo a PRF, a operação buscou combater a falsificação de documentos de habilitação e fraudes na regularização de veículos roubados ou clonados, que envolvia servidores do Detran do Ceará, despachantes e donos de auto-escola.

No total, a ação contou com 150 agentes da polícia atuando em oito Estados e no Distrito Federal. Eles apreenderam grande quantidade de documentos oficiais em branco ¿ como carteiras de motorista, licenciamento anual e autos de vistoria - computadores, armas, agendas, placas de veículos, lacres, além dólares, euros e reais ainda não contabilizados. Também foram encontradas ferramentas para adulteração de chassis.

Divulgação
Divulgação

Policiais cumprem 31 mandados de busca e apreensão

Os presos na operação irão responder pelos crimes de prevaricação, corrupção ativa e passiva, falsificação de documentos, uso de documentos falsos, tráfico de influências, condescendência criminosa e falsidade ideológica, entre outros crimes. Eles foram encaminhados para a Superintendência da Polícia Rodoviária Federal do Ceará, onde delegados da Polícia Civil, que integram a força tarefa, estão realizando as autuações.

As investigações que originaram a operação foram iniciadas em junho de 2007 e se aprofundaram há quatro meses com o reforço do Ministério Público Estadual. O trabalho conjunto entre polícia e ministério permitiu a identificação de uma quadrilha que, nos últimos anos, oferecia carteiras de motorista e documentos para regularização de veículos roubados ou clonados.

Além da Polícia Rodoviária Federal, participam da ação representantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GECOC) do Ministério Público do Estado do Ceará e da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Mais detalhes da operação devem ser fornecidos na tarde desta quinta-feira, em uma entrevista coletiva. 

Leia mais sobre: fraudes no Detran

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.