A polícia palestina anunciou o desmantelamento de uma rede de tráfico de antiguidades que comercializava ilegalmente centenas de peças na localidade cisjordana de Belém.

Entre as peças apreendidas numa operação realizada num armazém de Belém etavam moedas, lâmpadas de azeite e artefatos de cerâmica.

O chefe do departamento policial que controla esse tipo de atividade ilegal, coronel Hassan Abu Naus, informou que sete palestinos foram presos.

Naus precisou que as peças recuperadas datam da época romana, bizantina e grega, e que iam ser transferidas para Israel com ajuda de contrabandistas israelenses.

str-ezz/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.