Polícia pacificadora chega à zona norte do Rio de Janeiro

Nos próximos 15 dias, os morros da Tijuca, na zona norte do Rio de Janeiro, receberão as primeiras incursões do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) com o objetivo de expulsar os traficantes para a instalação da primeira Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) na região. A ideia da cúpula da Secretaria de Segurança Pública é ocupar um morro por mês no bairro e adjacências até o fim do ano.

Agência Estado |

Esta será a primeira experiência de uma UPP na zona norte. Todas as favelas da orla de Copacabana e Ipanema, região turística da zona sul carioca, já estão ocupadas.

Na Tijuca, poucos moradores falam sobre o assunto. "Acho que vai melhorar a nossa segurança. Trabalho aqui há dez anos e isso vai ser bom para o comércio. Nunca fui assaltado, mas os clientes não sentem segurança para vir aqui", disse um comerciante que trabalha em um dos acessos do Morro do Borel, um dos mais cotados para ter a UPP.

A violência nos acessos à favela deixou marcas. O hipermercado Carrefour fechou as portas e um colégio estaria de mudança para a Barra da Tijuca, bairro nobre da zona oeste. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia também:

Leia mais sobre: favelas pacificadas

    Leia tudo sobre: favelasupp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG