Polícia ouve sobreviventes de chacina no Paraná; dois suspeitos têm prisão decretada

CURITIBA - A Polícia Civil de Guaíra, cidade localizada na fronteira noroeste do Paraná com o Paraguai, ouve nesta terça-feira oito sobreviventes da chacina que deixou 15 mortos na segunda-feira. Os corpos foram encontrados, por volta das 14h de ontem, em uma chácara na Vila Santa Clara.

Redação |

Acordo Ortográfico

Segundo informações da Polícia Federal, as mortes foram encomendadas - foi um "crime de vingança". Duas prisões preventivas estão decretadas.

O dono da chácara, onde os corpos foram localizados, teria matado um homem na semana passada e os filhos da vítima, de acordo com a polícia, foram até o local para "vingar" a morte do pai - que faria parte de uma gangue de traficantes rival a do dono da chácara. O massacre ainda teria sido motivado por uma dívida de R$ 4 mil.

Ainda de acordo com informações da PF, sete dos quinze mortos já tinham sido presos - entre eles, o dono da chácara por tráfico de drogas.

AE
Quinze pessoas morreram na chacina
Quinze pessoas morreram na chacina na fronteira Paraná com o Paraguai

Cerca de 200 homens das polícias Federal, Civil, Militar e Rodoviária Federal estão mobilizados na captura dos autores dos crimes, mas, segundo as primeiras informações, os bandidos seriam do Paraguai e já teriam atravessado a fronteira, com um barco, pelo lago de Itaipu.

O secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari, afirmou que deve conversar com autoridades do país vizinho para somar mais forças nas buscas. Por enquanto, as conversas ficarão entre as autoridades policiais, sem envolvimento diplomático.

Segundo Delazari, possivelmente cinco pessoas foram os autores das mortes. Nos locais vistoriados pelos policiais, foram encontradas cápsulas de balas de quatro calibres diferentes.

Reprodução
Divulgação
A cidade de Guaíra fica na fronteira entre Brasil e Paraguai

Leia também:

Leia mais sobre: mortes - Paraná

    Leia tudo sobre: chacinaparaná

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG