Polícia ocupa favelas do Rio de Janeiro que sofreram com tiroteios

RIO DE JANEIRO - A Polícia ocupou nesta sexta duas favelas da Zona Norte do Rio de Janeiro que durante cinco horas desta madrugada foram palco de um violento confronto armado entre traficantes de drogas e paramilitares, fato que aparentemente não deixou vítimas, informaram fontes oficiais.

EFE |

Cerca de 80 agentes da Polícia Militar, apoiados por um veículo blindado, ocuparam na manhã de nesta sexta-feira os principais acessos ao morro do Dezoito e da Saçu, dois bairros pobres localizadas na região de Água Santa.

Apesar de a Polícia dizer não ter encontrado vítimas do confronto ou atendido feridos, habitantes das favelas denunciaram que um número indeterminado de corpos foi abandonado em uma região de floresta próxima às favelas, o que até agora não foi confirmado.

De acordo com a Polícia, o enfrentamento foi iniciado por pistoleiros vinculados ao grupo criminoso que controla o tráfico de drogas na favela Morro dos Macacos e que tentavam retomar o controle de duas favelas das quais foram expulsos por milicianos.

Leia mais sobre: violência

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG