Polícia no Espírito Santo prende suspeito de sete mortes

Pedreiro passará por exames psiquiátricos para determinar alguma patologia

AE |

selo

A Polícia Civil capixaba prendeu um pedreiro apontado como serial killer. Eliomar Ferreira da Silva, de 30 anos, também conhecido como "Alemão", confessou ter matado sete pessoas - seis mulheres e um homem - nos últimos 13 anos, em três cidades diferentes: Vila Velha, Barra de São Francisco e Cariacica. O acusado, que é casado e pai de três filhos, foi preso em casa, em Cariacica, quando a polícia investigava o assassinato da sua última vítima, a comerciante Francisca Monteiro dos Santos, 54, morta com um golpe de garrafa na garganta, dentro do seu bar, em Vila Velha, há cerca de um mês, por se recusar a vender bebida fiado para o criminoso. O pedreiro ainda vai ser submetido a exames psiquiátricos para determinar o grau de patologia que tem e confirmar a indicação de que ele é um serial killer.

Segundo o delegado titular da delegacia de Homicídios e Proteção a Mulher (DHPM), André Luiz Cunha Pereira, o assassino confessou este e outros seis assassinatos no seu segundo depoimento, depois que ele se sentiu seguro. Em todos os casos ele contou detalhes do crime e mostrou onde cada uma delas tinha sido morta. "A predominância de mulheres não é coincidência. Eram quase sempre vítimas em que ele tinha domínio. O modus operandi é muito parecido nos assassinatos das mulheres", disse.

O delegado contou que, primeiro, ele imobilizava a vítima por asfixia e depois usava algum objeto que estava no local do crime para matá-las. "A motivação era sempre uma contrariedade demonstrada pela vítima, seja num relacionamento amoroso ou em relação a drogas. Todas as mulheres tinham algum tipo de relacionamento com o "Alemão", seja de amizade, sexual ou amorosa. Apenas o homem morto em Vila Velha foge ao padrão", explicou.

    Leia tudo sobre: espírito santomortespolícia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG