A polícia paranaense negociava na manhã de hoje com os presos rebelados da Penitenciária Central do Estado, em Piraquara, região metropolitana de Curitiba, segundo informações da Agência Estadual de Notícias. Os detentos iniciaram a revolta ontem à noite, tomando agentes penitenciários como reféns.

O governador Roberto Requião (PMDB) anunciou no Twitter - rede de microblogs que permite postagens de no máximo 140 caracteres - que três detentos estavam mortos.
Os presos teriam morrido em conflito entre os próprios detentos, mas ainda não há confirmação oficial do número. A Penitenciária Estadual de Piraquara é um presídio de segurança máxima com capacidade para 723 presos condenados. Com 169 celas, tem 12.800m² de área construída e um espaço para horta com 7.500m². O investimento foi de R$ 8,5 milhões, sendo 80% provenientes do Ministério da Justiça e 20% do governo paranaense.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.