Polícia Militar prende gerente do tráfico e mais três na Cidade de Deus, no Rio

RIO DE JANEIRO - A Polícia Militar prendeu, no início da manhã desta quinta-feira, Marcos Rocha Conceição, de 30 anos, conhecido como Processo. De acordo com o 18º BPM (Jacarepaguá), que coordena a ocupação da comunidade Cidade de Deus, o preso é um dos gerentes do tráfico de drogas da região.

Redação |

Acordo Ortográfico Segundo a polícia, no momento da detenção, Marcos possuía uma pistola, mas não tentou usá-la ao ser abordado. Ele foi levado para a 32ª DP (Taquara), na zona oeste.

Durante a madrugada, outras três pessoas portando drogas foram presas na favela. Luiz Roberto Samuel da Silva, de 41 anos, Rodrigo Batista Percides, de 18, e Hamilton Abreu da Silva, de 20, portavam 60 sacoles de cocaína.

Ainda nesta quinta-feira, as aulas foram retomadas nas escolas da Cidade de Deus que suspenderam as atividades na terça-feira, por questões de segurança. De acordo com a secretaria municipal da Educação, as 13 escolas e as três creches já estão funcionando normalmente. No entanto, a frequência dos alunos do período da manhã foi baixa no dia de hoje.

A operação

A operação da PM que ocupou a comunidade de Cidade de Deus começou na última terça-feira. O objetivo, segundo os policiais, é reprimir o tráfico de drogas no local.

Segundo a PM, já foram apreendidos grande quantidade de maconha e cocaína, farto material para embalagem de drogas, uma pistola, um revólver, munições de diversos calibres, um morteiro e um cinto do Exército. Os soldados também encontraram na comunidade uma faca estilo militar, uma espada samurai, motos roubadas e máquinas caça-níqueis.

Leia mais sobre: Cidade de Deus

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG