Polícia investiga morte por suposto uso de anabolizantes no interior de São Paulo

CATANDUVA - A polícia da cidade de Catanduva, a 385 km da capital paulista, investiga a morte de um jovem de 23 anos em um hospital psiquiátrico pelo suposto uso de anabolizantes.

Redação |

Miguel Susuki Neto foi internado na terça-feira da semana passada, dia 13, no Hospital Psiquiátrico Mahatma Ghandi, no bairro Vieira Soto, e morreu no último sábado. Segundo informaçãoes da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a polícia não foi avisada do caso pelo hospital e só tomou conhecimento da morte ontem.

Pela certidão de óbito, a morte de Miguel foi ocasionada por intoxicação exógena (quando as causas são externas ao organismo) em decorrência do uso de anabolizantes com hormônio tireoidiano e testosterona.

A Delegacia de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) registrou o caso como morte suspeita e investiga se o jovem consumia também anabolizantes para cavalos. A polícia quer saber quem vendia as substâncias que ele injetava no corpo e como ele conseguia as receitas.

Outro caso

No final do mês de setembro, um outro jovem também morreu pelo suposto uso de anabolizantes veterinários . Mike Jéferson Silveira de Lira, de 26 anos, foi encontrado pela mãe e irmã caído em sua casa, em São José do Rio Preto, interior do Estado de São Paulo. Ele chegou a ser socorrido, mas não resistiu.

Leia mais sobre: anabolizantes


    Leia tudo sobre: anabolizantemorte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG