Polícia investiga desaparecimento de neto de Gonzagão

Neto do compositor Luiz Gonzaga, o Gonzagão, o policial civil Sandro Luiz Gonzaga Fernandes Marques, de 35 anos, está desaparecido desde o início da manhã de hoje quando teve seu carro roubado próximo à sua casa, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio de Janeiro. Policiais que investigam o desaparecimento acreditam que criminosos o fizeram refém depois de descobrir que ele era policial.

Agência Estado |

Cerca de 50 agentes fizeram uma operação no complexo da Maré, também na zona norte, mas não o encontraram.

Marques havia passado a noite em uma casa noturna, no centro, com um amigo, o advogado Fernando Carlos Martins, de 34 anos. Os dois saíram do local por volta das 4h30. "Ele me deixou em casa às 5h e seguiu para a casa dele, que é perto de onde eu moro. Eu só espero que ele tenha dito para os bandidos de quem ele é neto. De repente, sabendo que tem dinheiro, eles se animam em pedir um resgate e não o matam", disse Martins, amigo do policial há mais de dez anos.

Por volta das 8h30 de hoje, policiais militares encontraram o carro de Marques em um dos acessos à favela Nova Holanda, no complexo da Maré, em Bonsucesso. Segundo o registro policial, os PMs que encontraram o carro chegaram a ver três homens de fuzis fugirem para dentro da Nova Holanda.

"O carro foi abandonado cheio de gasolina, sem o step e sem o rádio. No banco estava a carteira de policial e o coldre da pistola dele. Recebemos vários informes de que eles está vivo e mesmo com o fim da operação, continuamos com o serviço de inteligência investigando o paradeiro do policial", afirmou o delegado responsável pelo caso, Carlos Eduardo Almeida, titular da 21ª Delegacia de Polícia. Marques é filho de Rosinha Gonzaga, filha adotiva de Luiz Gonzaga com sua segunda mulher, Helena.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG