Polícia investiga denúncia de que soldado do Bope teria estuprado jovem na Mangueira

RIO DE JANEIRO ¿ A polícia investiga a denúncia de que um soldado do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) teria estuprado uma jovem de 21 anos, moradora do morro da Mangueira, na quarta-feira durante uma operação na comunidade. A 17ª DP (São Cristóvão) abriu um inquérito e pretende ouvir alguns agentes que participaram da ação policial na Mangueira, inclusive o soldado acusado.

Redação |

De acordo com a polícia, a jovem relatou que a violência ocorreu quando o policial revistava sua casa em busca de armas e drogas. Ela afirmou que foi sexualmente abusada por um homem com farda do Bope e garantiu que tem condições de reconhecê-lo. A jovem foi encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exame de corpo de delito.

Em nota, a Polícia Militar informou que a operação no morro da Mangueira contou com aproximadamente 90 soldados do 4º BPM (São Cristóvão), do Bope, do Batalhão de Choque, do Grupamento Aéreo e Marítimo e do Gesar.

A denúncia de estupro será apurada pelo comandante do Bope, no âmbito militar. Segundo a PM, a corporação irá colaborar de todas as formas com a 17ª DP para que os fatos sejam esclarecidos.

Leia mais sobre: Bope

    Leia tudo sobre: bopeestupromorro da mangueira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG