A Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Campinas vai investigar a morte do estudante de veterinária Eduardo Juniti Shinkai, de 21 anos, registrada no Clube Kraft na madrugada de sábado. Amigos do estudante disseram à Polícia Militar que ele morreu após ser atacado durante uma briga no interior da boate.

Shinkai foi enterrado ontem, em Cosmópolis.

De acordo com o delegado seccional de Campinas, Paulo Tucci, os amigos do rapaz e representantes do Clube Kraft serão ouvidos a partir desta segunda-feira, mas a hipótese de homicídio está praticamente descartada, já que os laudos do Instituto Médico Legal (IML) não apontam, segundo Tucci, indícios de traumas.

"O legista que fez a necrópsia não encontrou nenhuma marca de lesão que pudesse ter causado a morte. Nem outras lesões, leves, como arranhões", afirmou o delegado. "Lamentamos muito a morte do rapaz, mas os exames feitos até agora não revelaram indícios de origem traumática", disse Tucci.

O delegado informou que os legistas vão investigar ainda as possibilidades de Shinkai ter sofrido algum tipo de intoxicação ou uma síncope cardíaca. "Embora a hipótese de homicídio esteja praticamente descartada, passaremos à DIG para melhor investigar", disse o delegado.

O Clube Kraft informou, por meio de comunicado oficial, que a segurança tinha sido reforçada na noite do incidente, com o objetivo de garantir o bem estar dos frequentadores. "Na referida noite não houve registro de tumultos no interior do estabelecimento. Eventos isolados não foram reportados à nossa equipe de segurança", informa o clube.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.