SÃO PAULO ¿ A Delegacia de Rio Claro, no interior de São Paulo, identificou dois dos suspeitos da tentativa de assalto à casa de uma família, que resultou em um tiro na cabeça de uma menina de oito anos. A criança estava com a babá e sua irmã no condomínio de luxo Botânico na hora do crime, na noite de terça-feira.

De acordo com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Rio Claro, a identificação dos homens foi feita a partir dos depoimentos do casal e da babá. Os dois já têm passagem pela polícia e um deles é menor de idade.

A Polícia Militar (PM) informou que os suspeitos teriam pulado um muro protegido por cerca elétrica e câmeras de segurança para chegar ao local.

Durante a busca dos bandidos por objetos de valor e dinheiro, o alarme da residência disparou. Segundo a PM, um dos assaltantes teria se assustado e disparado a arma, atingindo a menina.

Os suspeitos teriam fugido com um veículo roubado perto da residência, que já foi encontrado posteriormente pela polícia. A criança foi levada para a Santa Casa da cidade. Na quarta-feira, ela foi transferida para o Hospital Albert Einstein, onde passou por cirurgia.

Os pais estavam não estavam em casa, segundo a Polícia Civil. O estado de saúde da menina é grave, informou o Hospital Albert Einstein.

Leia também:

Leia mais sobre: crimes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.