O delegado Marcus Neves da 35ª DP de Campo Grande, zona oeste, disse que já identificou dez dos 17 participantes da chacina que deixou sete mortos na Favela do Barbante. Entre os acusados estão três policiais militares, dois policiais civis e um bombeiro que tiveram a prisão pedida.

De acordo com o delegado, o filho do vereador preso Jerônimo Guimarães (PMDB), o ex-PM Luciano Guimarães, de 29 anos, participou com um dos executores da chacina. Neves acompanhou o fim do depoimento do secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Milícias na Assembléia Legislativa do Rio.

Segundo a polícia, as sete vítimas da chacina de ontem à noite não tinham ligação com criminosos e os acusados seriam milicianos da Liga da Justiça, grupo que seria comandado pelo deputado estadual Natalino Guimarães (sem partido) e seu irmão, o vereador Jerônimo Guimarães (PMDB), ambos presos em Bangu 8.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.