Polícia Federal realiza operação e prende filho de governadora do RN e mais 12

NATAL - A Polícia Federal (PF) prendeu, nesta sexta-feira, 13 pessoas suspeitas de integrar uma quadrilha que fazia desvio de verbas públicas, por meio de fraude a processos licitatórios. Entre os detidos está o filho da governadora do Rio Grande do Norte, Vilma de Faria, o assessor parlamentar Lauro Maia.

Redação com Agência Estado |

AE
Governadora ainda não se pronunciou
Cerca de 190 policiais participam da "Operação Higia" para cumprir 13 mandados de prisão e 42 de busca e apreensão no Rio Grande do Norte (RN) e Paraíba (PB).

Ainda de acordo com a PF, o grupo promovia o desvio de verbas públicas, principalmente na área da saúde, por meio de contratos mantidos com empresas dos dois Estados. Os contratos eram celebrados e prorrogados mediante o pagamento a servidores públicos.

Segundo a PF, houve também a prática de corrupção de agentes públicos e tráfico de influência para contratações emergenciais.

As investigações começaram no final de 2005 e foram conduzidas pela Superintendência Regional da Polícia Federal do Rio Grande do Norte.

Segundo a PF, foram presas as seguintes pessoas:

Lauro Maia (filho da governadora)
João Henrique Lins Bahia (secretário interino de Esportes)
Maria Eleonora Lopes Castim (mulher do secretário de Segurança)
Anderson Miguel Silva
Jana Alves
Mauro Bezerra da Silva
Rosa Maria da Apresentação Figueira Caldas Câmara
Marco Antônio França
Ulisses Fernandes de Barros
Francisco Alves Souza Filho
João Antônio França de Oliveira
Hérberth Florentino Gabriel

Leia mais sobre: Polícia Federal

    Leia tudo sobre: polícia federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG