Polícia Federal prende sete pessoas e apreende 10 toneladas de medicamentos

CUIABÁ ¿ A Polícia Federal (PF) do Mato Grosso apreendeu, nesta terça-feira, dez toneladas de medicamentos sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Operação, chamada de Drágea, também prendeu sete pessoas, entre donos e gerentes de distribuidoras de remédios e farmacêuticos. Nesta quarta-feira, cinco permaneciam presas.

Redação |

As apreensões foram feitas em três distribuidoras nas cidades de Cuiabá e Várzea Grande. Entre os medicamentos, estão remédios controlados, fitoterápicos, alimentos usados para o ganho de massa muscular e cosméticos.

Divulgação
Divulgação
PF apreendeu mais de 10 toneladas de medicamentos e cosméticos

Uma distribuidora foi totalmente interditada e as outras duas, parcialmente interditadas. Além disso, foi encontrada uma farmácia funcionando como distribuidora.

A PF encontrou ainda irregularidades sanitárias no ambiente das distribuidoras. Alguns medicamentos estavam expostos ao calor, umidade e presença de ratos e sujeira.

Também participaram da operação o Ministério Público Federal e as Agências Federal, Estadual e Municipal de Vigilância Sanitária. Os presos responderão por venda de medicamentos sem registro da Anvisa e tráfico de entorpecentes.

Leia mais sobre: operação da PF

    Leia tudo sobre: operaçãooperação da pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG