Polícia Federal prende seis pessoas com 300 quilos de mercadorias eletrônicas

RIO DE JANEIRO ¿ A Polícia Federal (PF) prendeu na noite da última sexta-feira (17), no Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), seis brasileiros com mais de 300 quilos de mercadorias eletrônicas contrabandeadas, incluindo notebooks, câmeras fotográficas, filmadoras e vídeo games.

Redação |

Os presos costumavam vir de Ciudad Del Este, no Paraguai, em vôos com conexão em Guarulhos e destino final no Rio de Janeiro. Para driblar a fiscalização, o grupo desembarcava em Guarulhos e solicitava à companhia aérea outra passagem, alegando ter descido por engano na cidade da Grande São Paulo. Com um bilhete doméstico, retiravam a bagagem no aeroporto do Rio de Janeiro como se fossem passageiros de vôos nacionais e não declaravam as mercadorias à Receita.

Em São Paulo, a PF apreendeu, na manhã deste sábado, no estacionamento do Aeroporto de Guarulhos, um veículo contendo mercadorias eletrônicas. O objetivo dos acusados, segundo a PF, era distribuir os materiais no sul de Minas Gerais e em Belo Horizonte.

Os presos foram acusados de prática de descaminho e supressão de documento público, crimes cuja pena chega a 16 anos de reclusão, podendo ser aumentada se comprovada a formação de quadrilha.

Leia mais sobre: contrabando

    Leia tudo sobre: contrabandocrime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG