Polícia Federal prende José Rainha por desvio de verbas

Prisão do ex-líder do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra faz parte da Operação Desfalque

iG São Paulo |

O ex-líder do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), José Rainha Júnior, foi preso na manhã desta quinta-feira, segundo a Polícia Federal de Presidente Prudente, durante a Operação Desfalque. A ação tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que vem atuando na região do Pontal do Paranapanema, envolvida em desvios de verbas públicas federais destinadas aos assentamentos de reforma agrária.

Também foi detido pela PF o superintendente do Incra em São Paulo, Raimundo Pires da Silva, e pelo menos dois coordenadores regionais do órgão.

Ao todo são cumpridos dez mandados de prisão temporária, sete de condução coercitiva e treze de busca e apreensão nas cidades paulistas de Andradina, Araçatuba, Euclides da Cunha Paulista, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Sandovalina, São Paulo e Teodoro Sampaio.

A investigação, que começou há cerca de dez meses e contou com ajuda do Ministério Público Federal, verificou que o grupo criminoso utilizou associações civis, cooperativas e institutos para se apropriar ilegalmente de recursos públicos destinados à manutenção de assentados em áreas desapropriadas para reforma agrária.

São investigados crimes de extorsão contra proprietários de terras invadidas, estelionato, peculato, apropriação indébita de recursos de assentados, formação de quadrilha e extração ilegal de madeira de áreas de preservação permanente.

    Leia tudo sobre: operação desfalquejosé rainhamst

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG