Polícia Federal prende 40 suspeitos de contrabando no Rio Grande do Sul

PORTO ALEGRE - A Polícia Federal (PF) e a Receita Federal do Rio Grande do Sul realizam, nesta terça-feira, a Operação Pampa, que busca desarticular uma das maiores quadrilhas de contrabandistas em atuação no Estado.

Redação |

Segundo a Polícia Federal, até as 12h, foram cumpridos 40 mandados de prisão e 61 mandados de busca e apreensão em Porto Alegre e Região Metropolitana, Vale do Sinos, Santana do Livramento, Pelotas e no Estado de São Paulo. O nome dos presos ainda não foi revelado.

Entre os presos estão os responsáveis por transportar os produtos a partir do Uruguai e Paraguai e os revendedores, que utilizavam-se de lojas de fachada, inclusive com sites na internet, para revender os produtos contrabandeados.

Os presos serão indiciados pelos crimes de contrabando e descaminho, com penas de um a quatro anos de reclusão; formação de quadrilha, com penas de um a três anos de reclusão; e tráfico internacional de arma de fogo, com penas de quatro a oito anos de reclusão.

De acordo com a Policia Federal, as investigações começaram após a Operação Plata, realizada em novembro de 2005, que desmontou uma organização criminosa especializada em contrabando, em atividade em vários Estados do Brasil. Após essa ação, verificou-se que alguns dos criminosos continuavam em atividade.

Durante as investigações, foram efetuados 21 flagrantes de contrabando em diversas cidades gaúchas. Entre os produtos importados ilegalmente, destacam-se notebooks, videogames, câmeras digitais, perfumes, CDs e DVDs virgens, queijos e até mesmo armas de fogo e munição. Em um desses flagrantes, foram apreendidas mercadorias totalizando mais de R$ 700 mil.

Os mandados foram expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal de Porto Alegre. Os presos serão ouvidos na Superintendência Regional da Polçiia Federal, em Porto Alegre, e encaminhados para o Presídio Central e a Penitenciária Feminina Madre Pelletier. Participaram da ação 270 policiais federais e 53 servidores da Receita Federal.

Leia mais sobre: PF

    Leia tudo sobre: pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG