SANTA ROSA - A Polícia Federal prendeu um total de 31 pessoas nesta terça-feira na Operação Vanguarda, deflagrada para desarticular quadrilhas responsáveis pelo tráfico de drogas internacional no Rio Grande do Sul. Segundo a PF, foram apreendidos também dinheiro falso, 13 carros, três motocicletas, dois caminhões, armas, munições, 2 toneladas de farinha e cerca de R$ 19 mil em dinheiro. A operação teve início em janeiro e já prendeu 61 pessoas.

Acordo Ortográfico

A operação Vanguarda visava cumprir 34 mandados de prisão e de 45 mandados de busca e apreensão na Região Noroeste do Rio Grande do Sul e em cidades do Vale do Sinos.

A ação contou com um efetivo de 301 agentes no total, entre policiais federais, militares, civis e servidores da Receita Federal.

De acordo com a PF, os traficantes movimentavam, mensalmente, cerca de 1 tonelada de maconha e pelo menos 20 quilos de cocaína e crack.

As quadrilhas, ainda segundo a PF, seriam responsáveis pelo tráfico de drogas internacional, decorrente da introdução de drogas provenientes do Paraguai por meio da fronteira com a Argentina, pelo Rio Uruguai, além dos grupos envolvidos com tráfico local e interestadual e com contrabando.

Leia mais sobre: operações da PF

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.