Polícia Federal prende 24 suspeitos de estelionato em dois Estados

SÃO PAULO - A Polícia Federal prendeu, nesta sexta-feira, 24 pessoas, entre eles empresários, um auditor da Receita Federal e um policial federal, durante a Operação Influenza, que busca desarticular uma quadrilha acusada em se especializar em crimes de estelionato, falsidade ideológica e ilícitos tipificados na Lei de Lavagem de Ativos, em Santa Catarina e São Paulo.

Redação com Agência Estado |

A PF, que faz a operação em parceria com a Receita Federal, informou que os 45 mandados de busca e apreensão ainda estão sendo cumpridos.

Segundo a assessoria da Receita Federal, o grupo é suspeito de realizar operações cambiais ilegais, ocultar bens, fazer rendas e movimentações financeiras e simular operações comerciais com uso de documentos falsos e licitações fraudadas. Dentre estes processos, existem indícios de fraudes em licitações promovidas pelo Porto de Itajaí, em Santa Catarina.

A organização se articulava, ainda, para praticar crimes contra o mercado imobiliário visando lucro indevido, informou a Receita.

Leia mais sobre: operações da Polícia Federal

    Leia tudo sobre: pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG