Polícia Federal prende 17 suspeitos por crimes financeiros no Ceará e em São Paulo

FORTALEZA - A Polícia Federal realizou, na manhã desta terça-feira, 24, a Operação Quixadá, que busca combater crimes financeiros no Ceará e em São Paulo. De acordo com a PF, 17 pessoas foram presas e, durante o cumprimento dos mandados de busca, foram apreendidos R$ 200 mil e US$ 30 mil. Dois suspeitos ainda estão foragidos.

Redação |

São 20 mandados de busca e apreensão expedidos. Além de documentos para embasar provas e do dinheiro, os policiais apreenderam seis armas de uso restrito - armas que só podem ser usadas pelas Forças Armadas.

Os suspeitos vão responder por evasão de divisas, lavagem de dinheiro, prática de câmbio ilegal e sonegação fiscal. Segundo a PF, eles participariam de empresas comerciais de fachada onde se fazia lavagem de dinheiro e câmbio ilegal.

A PF informou que as investigações duraram cerca de dois anos e apuraram que as pessoas envolvidas têm conhecimentos fiscais, cambiais e do mercado de ações. O valor do prejuízo causado só será divulgado após a análise dos documentos apreendidos.

A operação é feita é feita por 150 agentes em uma parceria com as polícias do Ceará, Piauí, Paraíba e São Paulo.

Leia também:

Leia mais sobre: operações da PF

    Leia tudo sobre: operação da pf

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG