Polícia Federal prende 11 pessoas na Operação Açaí em Pó

BRASÍLIA - A Polícia Federal realiza nesta sexta-feira, 29, a operação Açaí em Pó nos Estados de Mato Grosso, Maranhão, Goiás, Pará e Tocantins. A ação tem como objetivo desarticular os chefes de uma quadrilha de tráfico de drogas e lavagem de dinheiro. Até as 11h, 11 suspeitos haviam sido presos, seis deles no Mato Grosso. Outros cinco estavam foragidos, segundo a PF.

Redação |

O grupo atuaria em pelo menos cinco Estados do Norte e Centro-Oeste. Em Mato Grosso, os mandados de prisão e de busca e apreensão são cumpridos nas cidades de Cuiabá, Várzea Grande e Mirassol dOeste. No País inteiro, 50 policiais federais cumprem as determinações judiciais.

Além dos 11 presos, até o mesmo horário haviam sido apreendidos R$ 1 mil, duas motos e duas caminhonetes.

Segundo as investigações, que duraram mais de um ano, a droga saía de Mato Grosso, passando por Barra do Garças tendo como destino final as cidades de Araguaina, Goiânia e São Luis do Maranhão, mas o transporte se dava por longos trechos no Norte do País, sempre de carro.

A quadrilha utilizava as conhecidas mulas, ou seja, pessoas de fora do grupo criminoso, contratadas apenas para realizar o transporte de entorpecente.

De acordo com a polícia, a operação se desenvolve com o cruzamento de informações de seis ações anteriores em que foram presas cinco pessoas em flagrante e que atuavam como mulas. Nestas ações, foram apreendidos 120,365 kg de pasta base de cocaína e R$ 109 mil em dinheiro.

Segundo a PF, o nome da operação é em função da droga sair de Mato Grosso, com destino aos Estados do Norte do País, passando por Açailândia, no Maranhão.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Leia tudo sobre: operaçãotráficotráfico de drogas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG