Polícia Federal organiza paralisação para quarta-feira

Policiais federais de todo o País devem paralisar suas atividades na quarta-feira para reivindicar mudanças no plano de carreira. Haverá protestos, organizados pela Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), em frente ao Ministério da Justiça, em Brasília, e no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre.

Agência Estado |

O principal motivo do movimento dos policiais é o novo enquadramento de escrivães, papiloscopistas e agentes que ingressaram na PF por meio de concurso público realizado em 2004. No edital, havia previsão de que os aprovados entrariam na segunda classe da carreira, mas, depois de fazerem o curso de formação, a Direção Geral da PF decidiu criar a terceira classe e enquadrou os novos policiais nessa categoria. Neste caso, os salários foram rebaixados em cerca de R$ 1 mil. Para os sindicatos, trata-se de uma injustiça que precisa ser corrigida.

A paralisação de um dia será feita também para reivindicar melhores condições de trabalho. Segundo o sindicato, os escrivães de São Paulo estão sobrecarregados com mais de 700 inquéritos cada um. Uma pesquisa feita pela categoria indica que 70% dos policiais estão insatisfeitos com a carreira. Os policiais também vão protestar contra a falta de manutenção dos veículos da corporação.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG