Polícia Federal investiga irmã de Dantas em novo inquérito

SÃO PAULO - A Polícia Federal investiga Verônica Valente Dantas, irmã do banqueiro Daniel Dantas, em suposto crime de corrupção ativa. Ela é citada em um terceiro inquérito do caso Satiagraha, que a Polícia Federal deverá concluir e entregar à Justiça Federal em 10 dias.

Agência Estado |

O inquérito é desdobramento da ação penal que resultou, em novembro passado, na condenação de Dantas por tentativa de suborno do delegado da PF Victor Hugo Rodrigues Alves em troca do arquivamento da investigação contra o sócio-fundador do Opportunity.

Dantas foi condenado a 10 anos de prisão e recorre em liberdade. Também são réus nesse processo o ex-presidente da Brasil Telecom Humberto Braz e Hugo Chicaroni - eles pegaram 7 anos e um mês de prisão -, que teriam sido escalados por Dantas para fazer a aproximação com o delegado federal.

O advogado Andrei Zenkner Schmidt, que defende Dantas e outros 9 dirigentes do grupo, informou que não tem conhecimento do inquérito sobre Verônica. Não nos manifestamos em nenhum momento e desconhecemos a investigação.

A irmã de Dantas ainda não foi intimada para depor. A PF estuda indiciá-la, mas esse ato dependerá exclusivamente da convicção do delegado que preside a investigação. Verônica exerce papel de destaque no Opportunity. Cobra metas e fiscaliza resultados do grupo. Ela já foi indiciada no inquérito principal da Satiagraha, concluído na última quinta-feira.

A PF imputou-lhe seis crimes: lavagem de dinheiro, evasão de divisas, sonegação fiscal, formação de quadrilha, gestão fraudulenta de instituição financeira e empréstimo vedado. As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia também:

Leia mais sobre: Operação Satiagraha

    Leia tudo sobre: operação satiagraha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG