Polícia Federal investiga desvio de R$ 63 mi em universidade do RS

A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira a Operação Kollektor, com o objetivo de desmantelar um esquema que desviou ao menos R$ 63 milhões da Universidade Luterana do Brasil (Ulbra), no Rio Grande do Sul.

Agência Estado |

Segundo a PF, o esquema utilizava empresas fantasmas criadas para saquear a instituição, conduta que também implicou fraude ao processo de execução fiscal em trâmite na Vara Federal Cível de Canoas.

As empresas, geralmente do segmento "consultoria", receberam valores por serviços que não foram efetivamente prestados à Ulbra. Foram detectados nas investigações saques de altíssimos valores, sendo que em uma única oportunidade foi retirado, em espécie, R$ 2,2 milhões da agência do Banco do Brasil (BB) existente dentro da própria Ulbra.

A ação conta com 127 agentes e 23 servidores da Receita Federal, que cumprem 23 mandados de busca e apreensão nas cidades gaúchas de Porto Alegre, Ivoti, Gramado e Canoas e nos balneários de Tramandaí e Imbé.

Leia mais sobre operação policial

    Leia tudo sobre: operaçãors

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG