Empresário Fernando Sarney é acusado de evasão de divisas

O empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP), foi indiciado nesta sexta-feira pela Polícia Federal por remessa ilegal de dinheiro ao exterior.

Fernando Sarney, que é quem dirige as empresas da família, teria usado uma conta em nome de uma offshore com sede no Caribe para realizar uma transferência no valor de R$ 1 milhão para uma agência do banco HSBC situada em Qingdao, na China.

No último mês de março, o Ministério da Justiça havia confirmado a localização e bloqueio de uma outra conta com US$ 13 milhões na Suíça. Esse procedimento antecede o bloqueio de caráter criminal, se o governo brasileiro provar junto à Suíça que o dinheiro não declarado à Receita também é proveniente de operações financeiras envolvendo corrupção ou fraudes bancárias.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.