Polícia Federal fecha cassino em hotel em Minas Gerais

Operação da PF busca prender suspeitos de integrar um grupo de exploração jogos de azar em Minas Gerais e São Paulo

iG São Paulo |

Agentes da Polícia Federal (PF) de Varginha, em Minas Gerais, fecharam nesta quinta-feira um cassino clandestino localizado em hotel de luxo na cidade de Monte Sião, no sul do Estado. A ação faz parte da chamada Operação Keno, desencadeada nesta manhã com o objetivo prender suspeitos de exploração de sofisticados jogos de azar, receptação de maquinário e equipamentos de jogos, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, o grupo investigado atuava livremente no hotel, mas a área de permanência dos jogos era restrita, permitida apenas a entrada de pessoas conhecidas, ou por elas indicadas, e clientes com senhas. A movimentação financeira do local girava em torno de R$ 500 mil por mês.

Ao todo, devem ser cumpridos 16 mandados de prisão temporária, 22 mandados de busca e apreensão, além do bloqueio de contas bancárias. As ações acontecem na cidade de Monte Sião/MG e nas paulistas, Águas de Lindóia, Mogi-Guaçu, Mogi-Mirim, Serra Negra, Rio Claro, Campinas e Bauru, assim como na própria capital.

Após oito meses de investigações, segundo a Polícia Federal, foi possível identificar os principais responsáveis pelos negócios. Além destes, dois policiais civis e um agente penitenciário também foram presos, por suspeita de participação, dando proteção à continuidade da atividade ilícita.

Os presos e todo o material apreendido serão levados para a Delegacia de Polícia Federal em Varginha para a realização dos procedimentos legais.

    Leia tudo sobre: PFjogos de azaroperação Keno

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG