Outros 45 países associados à Interpol participam deste operação e 20 mandados de busca e apreensão são realizados

A Polícia Federal (PF) desencadeou nesta madrugada a Operação Panacéia, com o objetivo de coibir o comércio, via internet, de medicamentos controlados, proibidos no Brasil, e falsificados. Segundo a PF, são cumpridos 20 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo, Santa Catarina, Paraíba e Ceará.

Ainda de acordo com a Polícia, 45 países associados à Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) participam desta Operação. O grupo negociava anabolizantes, abortivos, inibidores de apetite, medicamentos caseiros e fórmulas sem registros. Para vender os produtos, eles utilizavam sites, classificados em jornais, fóruns e redes sociais.

Comprar medicamentos pela internet está associado a grandes riscos contra a saúde. Há registros de medicamentos com menor ou maior quantidade do princípio ativo. No Brasil, a comercialização de medicamentos sem licença ou sua adulteração constituem crimes hediondos, cujas penas podem chegar a 10 anos de prisão e multa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.