SÃO PAULO - A Polícia Federal de São Paulo realiza nesta quinta-feira a Operação Riqueza, que tem o objetivo de desarticular uma suposta organização criminosa dedicada ao tráfico interestadual de entorpecentes.

Estão sendo cumpridos 18 mandados de prisão temporária (13 em São Paulo e cinco em Campo Grande) e 33 de busca e apreensão. Além disso, 39 contas bancárias serão bloqueadas.

De acordo com a Polícia Federal, as investigações começaram há cerca de nove meses e detectaram a existência de um vínculo comercial entre supostas facções criminosas de São Paulo e Rio de Janeiro.

Neste período, outras 12 pessoas foram presas e foram apreendidos 46 quilos de cocaína, 37 quilos de pasta base, 17 quilos de haxixe, 225 quilos de maconha e diversos apetrechos para refino de droga.

Ainda segundo a PF, a droga era adquirida pelos grupos na cidade de Ponta Porá, no Mato Grosso do Sul e, de acordo com as investigações, vinha em carros de fundo falso para São Paulo e depois era reembarcada para o Rio de Janeiro. A PF informou que o lucro era depositado em contas de laranjas e empresas de fachada.

Leia mais sobre: tráfico de drogas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.