FORTALEZA - A Polícia Federal fez uma ação de busca na manhã de nesta sexta-feira na sede do diretório do PMDB do Ceará, em Fortaleza. O mandado de busca foi expedido pela Justiça Eleitoral.

Os agentes estavam em busca de provas de suposta propaganda eleitoral antecipada do deputado Eunício Oliveira, um dos caciques do PMDB nacional, que é pré-candidato ao Senado.

O secretário-geral do diretório, João Melo, disse que os agentes "não encontraram nada". A ação teve início às 8h30 da manhã. Foi executada por três agentes federais, acompanhados de um representante do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Ceará. O pedido de busca foi feito pelo procurador da República Alessander Sales. E o mandado, expedido pelo juiz Haroldo Máximo.

A busca teria sido motivada por um encontro de Eunício Oliveira com vereadores de Fortaleza, na última sexta-feira, num hotel da cidade. O assunto da reunião teria sido a candidatura de Eunício ao governo.

O Ministério Público apura se não seria o caso de antecipação de campanha, o que é proibido pela legislação eleitoral. Eunício é presidente do diretório do PMDB no Ceará e a mulher dele, Mônica Paes de Andrade Oliveira, tesoureira da Executiva Nacional do partido.

Leia mais sobre: PMDB

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.