Polícia Federal encaminhará à Casa Civil e ao TCU intimação a José Aparecido

BRASÍLIA - A Polícia Federal encaminhará aos superiores do ex-secretário de Controle Interno da Casa Civil, José Aparecido Nunes, o pedido de intimação para que o secretário preste depoimento sobre o vazamento de informações sobre gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso que fariam parte de um dossiê.

Agência Brasil |

De acordo com a assessoria da PF, a intimação será entregue aos chefes de Aparecido no Tribunal de Contas da União (TCU) e na Casa Civil porque a polícia não tem conseguido localizar o ex-secretário para intimá-lo.

Conforme o organograma da Casa Civil, o chefe direto de Aparecido era Dilma Rousseff, ministra-chefe da Casa Civil.

A presidente da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões Corporativos, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), disse que, em conversa com o advogado de Aparecido, Luís Maximiliano Pelesca Mota, foi informada de que o ex-secretário prestará depoimento na PF "amanhã ou na sexta-feira".

Aparecido apresentou nesta quarta à Presidência da República  o pedido de exoneração do cargo, de acordo com a assessoria da Casa Civil, para onde ele estava cedido. Ele é apontado como o principal responsável pelo vazamento das informações. Com a exoneração, Aparecido voltará para o TCU, onde é funcionário de carreira.

O delegado Sérgio Menezes, responsável pelo cargo, ouviu nesta quarta-feira o depoimento de cinco servidores da Casa Civil encarregados do levantamento das despesas com cartões corporativos e contas tipo B.

Leia mais sobre: dossiê

    Leia tudo sobre: dossiê

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG