Polícia fecha fábrica clandestina de remédios em SP

Uma fábrica clandestina de medicamentos fitoterápicos localizada no Parque Dom Pedro II, no centro de São Paulo, foi fechada ontem pela Polícia Civil. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), a proprietária utilizava rótulos de laboratórios de diversos Estados - como Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Ceará e Pará - nos medicamentos, que na verdade eram produzidos na fábrica clandestina.

Agência Estado |

Ela foi presa em flagrante.

Durante a ação da Polícia Civil, os agentes encontraram uma grande variedade de medicamentos sem o registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os remédios, segundo a SSP, eram comercializados a preços que variavam de R$ 5 a R$ 40.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG