RIO DE JANEIRO ¿ Quatro traficantes foram presos na operação que a Polícia Civil realiza desde a manhã desta terça-feira nos morros da Matriz e de São João, no Engenho Novo, zona norte do Rio. Segundo o titular da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), Marcus Braga, a ação tem como objetivo evitar uma guerra entre traficantes de facções rivais.

Acordo Ortográfico

O serviço de inteligência da secretaria estadual de Segurança recebeu a informação de que bandidos de várias favelas estavam reunidos nessas duas comunidades e pretendiam invadir o Morro dos Macacos, em Vila Isabel, também na zona norte, nesta terça-feira à noite. A polícia suspeita que a ação estava sendo coordenada pelo traficante Alexander de Jesus Carlos, o Choque, tido como o responsável pelo sequestro de quatro orientais na Estrada das Paineiras, em agosto.

AE

Policial segura lança rojão artesanal apreendido na operação

Baseando-se na denúncia de que haveria a invasão do Morro dos Macacos, a polícia se antecipou e ocupou as favelas. Assim que chegaram às comunidades, houve intensa troca de tiros entre os agentes e os criminosos. Durante a incursão pelas favelas, um policial passou mal após sofrer um estiramento na perna. Ele foi socorrido por uma ambulância e levado para o Hospital Municipal do Andaraí.

A ação vai acontecer até o fim do dia e conta com o apoio do helicóptero Águia, da Polícia Civil, e de veículos blindados. Cerca de 200 policiais civis de diversas delegacias especializadas participam da operação. Os agentes já apreenderam cerca de 50 quilos de maconha, uma granada, grande quantidade de crack, um caderno de anotações do tráfico, oito radiotransmissores, cartuchos de fuzil e um lança rojão artesanal capaz de perfurar um veículo blindado.

Leia mais sobre: operações policiais no Rio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.