Polícia estranha depoimentos do casal

“Alexandre e Anna Carolina, os quais em tudo concordam e possuem a mesma opinião acerca do ocorrido, não apresentaram em momento algum, desde o primeiro contato que tiveram com as autoridades, horas depois do fato, qualquer dúvida, qualquer questionamento, tampouco sensação de estranheza diante das circunstâncias da cena do crime, diferentemente de todas as demais pessoas”. É a opinião da delegada-assistente do 9º Distrito Policial (Carandiru), Renata Helena da Silva Pontes, sobre o assassinato de Isabela Nardoni, de 5 anos.

Agência Estado |

É o que se confirma com a leitura da íntegra dos depoimentos aos quais o Estado teve acesso.

A polícia diz não ter dúvidas: Alexandre Alves Nardoni, de 29 anos (o pai), e Anna Carolina Jatobá, de 24 (a madrasta), mataram Isabella. Falta concluir “quanto à motivação e individualizar a conduta” do casal. A menina foi morta no dia 29 de março, ao ser jogada pela janela do 6º andar do apartamento em que vivem seu pai, a madrasta e dois meio-irmãos, na zona norte de São Paulo.

Os depoimentos do inquérito revelam os momentos de pânico no Edifício London pouco depois da queda da menina. Os textos mostram desde reações de Alexandre e de Anna Carolina até detalhes do relacionamento do casal contados também por parentes, vizinhos e funcionários do prédio. As informações são do O Estado de S. Paulo

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG