Um sistema de rastreamento instalado em uma moto levou a polícia a uma residência usada como depósito de motos roubadas na zona sul de São Paulo, na noite desta quarta-feira, 25. No imóvel de número 77 da Rua Afonso Simão, na Vila Clara, região de Americanópolis, os investigadores da Delegacia de Repressão a Desmanches Ilegais (DRDI) do Departamento de Investigações Sobre o Crime Organizado (Deic) encontraram oito motos, todas inteiras e roubadas recentemente.

Ninguém foi preso até o início da manhã desta quinta-feira, 26.

A moto que guiou os policiais até o local foi roubada do dono de uma ferramentaria, de 25 anos, às 19h20 da quarta-feira. Ele chegava em casa com a namorada, em Cidade Ademar, quando foi rendido por dois homens, um deles armado, que estavam dentro de um Ford Ka cinza roubado. Os bandidos levaram a moto, uma Honda Hornet vermelha, e abandonaram o Ka no local, com a chave no contato. Eles ainda levaram dois celulares da vítima, uma mochila, a carteira com os documentos, um capacete e um óculos de grau.

O dono da moto tomou o volante do Ka e resolveu seguir os assaltantes "Um amigo meu que vinha subindo a rua e viu tudo foi junto comigo", contou ele. Segundo a vítima, a perseguição durou menos de um minuto. "Eles entraram na Avenida Cupecê e foram cortando os carros. A moto tem 600 cilindradas por isso não conseguimos acompanhar", explicou.

Como comprou a moto recentemente de um amigo e ainda não fez a transferência, a vítima foi até a casa deste amigo, no Jardim Selma, distante cerca de 15 minutos do local, para pedir ajuda, ainda na direção do Ford Ka. "Eu estava sem celular e não tinha como ligar. Então fui até lá e pedi para ele ligar para a empresa que faz o rastreamento", contou. A polícia também foi avisada sobre o roubo e, minutos depois, o sistema apontou a localização da moto.

Testemunhas afirmaram que uma pessoa conseguiu fugir da residência quando percebeu a chegada da polícia. Segundo o delegado titular do DRDI, Renato Marcos Porto, o portão da casa estava fechado e os policiais conseguiram ver uma das motos roubadas pelo vão do portão. As demais estavam espalhadas por todos os cômodos da casa.Um cachorro rotweiller que estava na residência teve de ser dominado pelos policiais.

Segundo informações da polícia, uma das oito motos apreendidas foi roubada na quinta-feira da semana passada e o restante entre a terça-feira, 24 e a quarta-feira, 25. O dono da residência foi identificado como Paulo Botelho Fonseca. No local, a polícia também encontrou documentos da auxiliar de limpeza Mariluce José da Fonseca. A DRDI agora deve investigar a participação do casal nos crimes.

Leia mais sobre: motos

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.