RIO DE JANEIRO ¿ A 35ª DP (Campo Grande) afirmou que recebeu ligações anônimas informando que o ex-policial militar Ricardo Teixeira da Cruz, o Ricardo Batman, estaria no bairro de Campo Grande, zona oeste do Rio. Batman fugiu pela porta da frente do complexo penitenciário de Bangu 8, na manhã da última segunda-feira.

Acordo Ortográfico

Eduardo Soares, assistente do titular da 35ª DP, afirmou que considera loucura que ele volte para o reduto de onde foi preso. De acordo com Soares, as informações recebidas dão conta que o foragido estaria circulando pelo bairro em algumas localidades conhecidas como Gouveia e Inhoaíba. No entanto, como as ligações não têm identificação e não especificam a localização de Batman, é muito difícil que elas sejam levadas em conta para serem investigadas.

Fuga

Ricardo Batman fugiu do presídio de segurança máxima Bangu 8, na zona oeste do Rio, na última segunda-feira, às 7h30. A fuga só foi notada na manhã de terça-feira, 24 horas depois, durante a contagem dos presos.

Segundo a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), Batman saiu pela porta da frente do presídio escoltado por dois homens com uniformes do Grupo de Intervenções Táticas (GIT). O detento deixou Bangu 8 em um Palio branco e seria  levado a um oftamologista no Hospital Central Penitenciário, também no Complexo de Gericinó.

A possibilidade de haver um plano de fuga já havia sido informada em, pelo menos, cinco relatórios de inteligência da Polícia Civil e do Serviço Reservado da Polícia Militar. De acordo com denúncias, a fuga teria custado cerca de R$ 2 milhões, que foram rateados entre os integrantes da milícia "Liga da Justiça", que Batman faz parte.

O ex-PM é tido como o principal matador do grupo armado, chefiado pelo vereador Jerônimo Guimarães, o Jerominho, e seu irmão, o deputado estadual Natalino Guimarães. Os dois também estão presos em Bangu 8.

Batman foi preso em agosto com outros comparsas, em Araruama, na Região dos Lagos do Rio, sob a acusação de ter praticado um atentado contra o sargento da PM Francisco César Silva Oliveira. O foragido responde a processos na Justiça por homicídio e formação de quadrilha.

CPI das Milícias

O presidente da CPI das Milícias na Assembléia Legislativa do Rio (Alerj), deputado Marcelo Freixo (PSol), cobrou das autoridades estaduais uma resposta para a fuga de Batman.

Na próxima sexta-feira, receberemos o secretário César Monteiro de Carvalho para uma audiência pública das Comissões de Segurança e de Direitos Humanos da Casa. O objetivo era cobrar explicações sobre o assassinato do ex-diretor de Bangu 3, mas certamente este assunto também será abordado, disse ele, referindo-se ao secretário de Administração Penitenciária.

"Solto, este homem oferece enorme risco a todos nós", acentuou Freixo.

Leia mais sobre: Bangu 8

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.